Pesquisador do GVces recebe prêmio no principal congresso do mundo sobre energia

O World Energy Congress é realizado a cada três anos e o evento de 2016 ocorreu em Istambul, na Turquia 02/12/2016
COMPARTILHE

Por GVces

O World Energy Congress é um evento trienal organizado pelo World Energy Council (WEC). Formado em 1923, o WEC é o órgão acreditado pela ONU para a discussão sobre energia global, com mais de 3000 organizações membro localizados em mais de 90 países, incluindo governos, empresas privadas e estatais, universidades, ONGs e outras partes interessadas relacionadas com a energia.

O Congresso ganhou reconhecimento internacional desde sua primeira edição, em 1924, como um fórum global para líderes e pesquisadores discutirem soluções para questões energéticas. Além das discussões, o evento oferece a oportunidade para os executivos apresentarem novas tecnologias e explorarem novas oportunidades de negócio.

Na edição de 2016, realizada em Istambul, na Turquia, estiveram presentes diversos chefes de Estado, como os presidentes Recep Tayyip Erdogan (Turquia), Nicolás Maduro (Venezuela) e Vladimir Putin (Rússia). A discussão entre os grandes produtores de petróleo e gás ficou em torno de como manter o preço do barril de petróleo em valores estáveis e bem acima dos atuais.

Além das discussões políticas, o Congresso contou com a apresentação de artigos científicos de pesquisadores de dezenas de países. O pesquisador Ricardo Dinato, do GVces, apresentou o artigo Environmental issues related to electricity exchange between South American countries. Utilizando a Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), o pesquisador demonstrou como o intercâmbio de energia elétrica entre os países da América do Sul pode contribuir para a mitigação das Mudanças Climáticas e de outros impactos ambientais.

Dentre as centenas de artigos recebidos pelo Congresso, o comitê científico escolheu os 20 mais relevantes para receber o prêmio Excellent Paper Award e a pesquisa apresentada pelo pesquisador do GVces ficou nessa honrosa lista.

Clique aqui para ir para o site do WEC 2016

Clique aqui para ver o artigo